Bolsas de Iniciação Científica na Unifesp

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA – PIBIC

A iniciação científica é uma modalidade de pesquisa acadêmica desenvolvida por alunos de graduação nas universidades brasileiras em diversas áreas do conhecimento. Em geral, os estudantes que se dedicam a esta atividade possuem pouca ou nenhuma experiência em trabalhos ligados à pesquisa científica (daí o caráter de "iniciação") e representam o seu primeiro contato com tal prática. Os alunos têm o desenvolvimento de seus estudos acompanhados por um professor orientador, ligado ou não a um laboratório de pesquisa da faculdade na qual o aluno estuda ou a algum centro de pesquisa financiador (Fundação Casa de Rui Barbosa, por exemplo).

Nesta etapa da prática universitária, o estudante-pesquisador exerce os primeiros momentos da pesquisa acadêmica, como a escrita acadêmica, a apresentação de resultados em eventos, a sistematização de idéias, a sistematização de referenciais teóricos, a síntese de observações ou experiências, a elaboração de relatórios e demais atividades envolvendo o ofício de pesquisador.

As principais agências financiadoras de projetos de iniciação científica no Brasil (através do oferecimento de bolsas anuais de incentivo à pesquisa) são o CNPQ (em nível federal, através de seu Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, o Pibic) e as agências estaduais de fomento à pesquisa, como a FAPESP, a FAPERJ ou a FAPEMIG. Estas bolsas normalmente giram em torno de um valor abaixo do salário mínimo fixado pela instituição ou agência de fomento.

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO- PIBITI

O PIBITI foi criado no sentido de estimular estudantes do ensino técnico e superior ao desenvolvimento e transferência de novas tecnologias e inovação, visando contribuir para a formação de recursos humanos que se dedicarão ao fortalecimento da capacidade inovadora das empresas no País O programa objetiva, também, proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA

O novo programa de incentivo à iniciação científica, Jovens Talentos para a Ciência, é destinado a estudantes iniciantes de graduação de todas as áreas do conhecimento e tem o objetivo de inseri-los no meio científico, logo no início da atividade acadêmica. Os alunos são selecionados por universidade, mediante prova de conhecimentos gerais. A nota do teste poderá ser utilizada ainda para futuras classificações no programa de intercâmbio internacional Ciência sem Fronteiras.

http://www.unifesp.br/prograd/portal/index.php?option=com_content&view=a...

Mais informações:

=> PROGRAD UNIFESP

http://www.unifesp.br/prograd/portal/

=> FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
http://www.fapesp.br/

=> CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
http://www.cnpq.br/

=> CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

http://www.capes.gov.br/jovens-talentos-para-a-ciencia

Seção: